Seminário debate bases sustentáveis para o desenvolvimento do Centro-Oeste

Especialistas de vários setores se reúnem nesta terça-feira (13) em Brasília para debater o assunto

Do crescimento de 2,7% do PIB brasileiro registrado em 2011, nada menos que 80% tiveram origem na cadeia de produção de alimentos e de energia da biomassa. Segundo a FAO, nas próximas décadas caberá ao Brasil atender aproximadamente 40% do incremento da demanda por alimentos, que está sendo impulsionada por dois fatores: o crescimento da população mundial (de 7 para 9 bilhões de pessoas, até 2050); e o forte impacto oriundo do aumento da renda registrado na China, na Índia e na América Latina.

O assunto vai ser debatido nesta terça-feira (13) em Brasília, durante o seminário “Centro-Oeste, Tempo 3 – Bases Históricas para o Desenvolvimento Sustentável da Região”, realizado pela Federação de Agricultura e Pecuária do Distrito Federal (FAPE), Ministério da Integração Nacional, Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco) e Fórum do Futuro, entidade presidida pelo ex-Ministro da Agricultura, Alysson Paolinelli.

“Esse evento irá reunir diversos especialistas para debater as tomadas de decisões na agricultura, tendo como base as novas políticas do setor e o surgimento de novas agroindústrias”, analisa o superintendente do SENAR do Distrito Federal, Mansueto Lunardi.

Para o presidente da FAPE, Renato Simplício Lopes, “este trabalho é fundamental para nós, já que o DF será o epicentro de um processo de desenvolvimento que vai impactar toda região, em consequência do aumento da demanda mundial por alimentos. Temos que construir uma visão estratégica que ilumine o caminho que temos pela frente”, destaca.

O ex-ministro Alysson Paolinelli afirma que “trata-se de uma experiência de planejamento estratégico que raramente observamos no Brasil. Alysson Paolinelli criou o Fórum do Futuro – Propostas para o Desenvolvimento Sustentável” exatamente para debater questões colocadas no âmbito da visão estratégica do país.

 

Seminário discute desenvolvimento sustentável do Centro-Oeste

*Da Agência Estado

As bases para o planejamento estratégico visando ao desenvolvimento sustentável da região Centro-Oeste serão discutidas na próxima terça-feira, 13, a partir das 8h30, durante seminário que reunirá autoridades e especialistas em Brasília. O encontro será promovido pelo Fórum do Futuro, entidade cujo conselho é formado por Eliezer Batista, Roberto Rodrigues, José Pastore, Paulo Haddad, Paulo Nogueira Neto, Antonio Paim e os embaixadores Botafogo Gonçalves e Paulo Tarso Flecha de Lima.
O ex-ministro da Agricultura, Alysson Paolinelli, que preside o fórum, explica que o objetivo da entidade é incentivar o debate sobre as escolhas estratégicas que devem ser feitas para definir a qualidade do desenvolvimento econômico e a viabilidade ambiental das alternativas existentes, levando em conta o papel que o Brasil terá como fornecedor de alimentos para o mundo.
Ele destaca a necessidade de investimento em pesquisa e observa que a falta de parâmetros científicos leva muitas vezes a decisões subjetivas como, por exemplo, a questão da extensão da mata a ser preservada nas margens de rios durante a discussão do novo Código Florestal.
Paolinelli afirma que o Fórum do Futuro, formado por pessoas que conhecem muito bem o passado, já levantou “uma gama enorme de possibilidades de desenvolvimento sustentável, que precisam ser aprofundadas, estudadas, conhecidas e debatidas”.
O seminário discutirá temas como pesquisa, logística, comunicação e gestão ambiental pelos produtores rurais. Entre os debatedores estão presentes os ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho, e da Integração Nacional, Fernando Bezerra, além da presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), senadora Kátia Abreu, o presidente da Embrapa, Maurício Lopes, e o presidente da Eletrobrás, José da Costa Carvalho Neto.