Embrapa intensifica estudo sobre sistemas de integração lavoura-pecuária-floresta

*Do Canal Rural

Um estudo inédito, realizado pela Embrapa, apresentará uma radiografia dos impactos da pecuária brasileira na produção de gases causadores do efeito estufa. Até agora, o rebanho bovino era apontado por cientistas como responsável por metade da emissão destes gases no país, em função do metano, que é liberado durante a digestão dos animais e provocaria danos à atmosfera. O Brasil tem quase 200 milhões de cabeças de gado, com o maior rebanho comercial do mundo.

“São as pastagens que fazem a remoção de dióxido de carbono, de CO2, da atmosfera e sequestro de carbono. O componente arbório nos sistemas integrados e silvipastoris, na integração lavoura-pecuária-floresta. E o próprio plantio direto que ocorre nos sistemas de integração lavoura-pecuária também é um grande aliado na remoção desses gases da atmosfera”, diz Patrícia de Oliveira, coordenadora nacional do estudo.

Deixe seu comentário sobre este assunto:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s