ABC no Espírito Santo

* Da SEAG

Foi realizado, ontem, em Vitória, o Seminário de Sensibilização do Programa ABC (Agricultura de Baixo Carbono), que tem como objetivo promover a redução das emissões de gás carbono na atmosfera. Na ocasião, também foi assinada a portaria que institui o Comitê Gestor do Plano ABC no Espírito Santo. O evento foi realizado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag), e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), por meio da Superintendência Federal de Agricultura.

Com metas e resultados previstos até 2020, o Programa ABC promoverá a redução das emissões de carbono por meio do incentivo a processos tecnológicos que neutralizam ou minimizam o impacto dos gases de efeito estufa no campo. Estimular a redução do desmatamento de florestas e incentivar a implantação e sistemas produtivos ambientalmente sustentáveis também são metas do programa.

Estiveram presentes o secretário de Estado da Agricultura, Enio Bergoli, o superintendente Federal da Agricultura no Espírito Santo, José Arnaldo de Alencar, o representante da Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo do Mapa, o delegado do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) no Espírito Santo, Josean de Castro Vieira, representantes de entidades do setor agropecuário, do cooperativismo e de agentes financeiros e demais autoridades.

“O desenvolvimento rural vai além da atividade agropecuária e precisamos valorizar essas formas de gerar renda não-agrícola, como pagamento por serviços ambientais e mais acesso ao crédito de carbono. É importante termos essa integração para desenvolver o plano dentro do Estado, observando as nossas necessidades”, avaliou o secretário Enio Bergoli.

Para o superintendente José Arnaldo Alencar, este é um programa que beneficia toda a sociedade. “Procuramos trabalhar com todos os agentes da agricultura e da pecuária. Precisamos andar sempre unidos e realizar ações que a sociedade nos solicita. Tenho certeza de que teremos uma grande vitória com a implantação do Plano ABC aqui no Espírito Santo”, declarou o superintendente José.

“Há algum tempo, quem falasse em sistema agroflorestal era taxado de louco. Mas, agora, tenho a felicidade de ver práticas como essa se tornarem programas de Governo. O que era loucura virou desafio e, agora, é oportunidade”, considerou o delegado Josean de Castro Vieira.

O objetivo do seminário foi divulgar as questões relacionadas com a redução da emissão de gases de efeito estufa na produção agropecuária, no âmbito da Política Nacional sobre Mudanças do Clima, que visam melhorar a eficiência no uso de recursos naturais, aumentar a capacidade de recuperação de sistemas produtivos e possibilitar a adaptação do setor agropecuário às mudanças climáticas.

* SEAG – Secretaria da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca do Espírito Santo

Deixe seu comentário sobre este assunto:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s