Compromisso do Brasil


“Assumimos um compromisso na COP 15 de reduzir as emissões de carbono. No Brasil, pesquisa, inovação e incentivos são os caminhos para cumprirmos este objetivo 8 anos antes do combinado”, disse Presidente da CNA, Senadora Kátia Abreu, durante a Conferência Internacional sobre a Política de Desenvolvimento Sustentável, realizada ontem, em Berlim.

Junto com representantes do México e das Filipinas, a Presidente da CNA participou, em nome do Brasil, do debate sobre os “Instrumentos da economia de mercado dos países emergentes e industrializados – exemplos práticos”.

Em sua exposição, a Presidente da CNA falou sobre as técnicas utilizadas no Brasil para reduzir as emissões de carbono. Falou sobre Plantio Direto, Fertilização de áreas degradadas, Fixação biológica do Nitrogênio, Crédito de CO2 e Integração-Lavoura_pastagem e florestas.  Todas essas técnicas foram temas de palestra da Capacitação do Programa ABC. As palestras estão disponíveis no link: https://agriculturabaixocarbono.wordpress.com/palestras/

Veja mais informações no Canal do Produtor: www.canaldoprodutor.com.br

Cartilha orienta sobre financiamento para o Plano ABC


*Do Ministério da Agricultura

O Guia de Financiamento da Agricultura de Baixo Carbono foi lançado nesta terça-feira, 31 de janeiro, pela Confederação Nacional de Agricultura (CNA). A publicação foi produzida por meio do Projeto Agricultura de Baixo Carbono – Capacitação e será utilizada nas capacitações sobre o Plano ABC nos estados brasileiros. A cartilha possui informações sobre as práticas agrícolas sustentáveis e as regras de financiamento do Programa. O material foi produzido com apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e realizado pela Embaixada Britânica.

Para o diretor do Departamento de Sistema de Produção e Sustentabilidade do Mapa, Carlos Magno Brandão, a publicação será um instrumento importante para o governo superar os desafios do Plano ABC. “A cartilha vai nos ajudar a vencer uma etapa importante que nós temos pela frente que é a capacitação de técnicos e produtores. O guia tem todos os subsídios para que os projetos sejam devidamente elaborados”, afirma Brandão.

O Presidente da Comissão de Meio Ambiente da CNA, Assuero Doca Veronez, que representou a senadora Kátia Abreu no evento, afirmou que a CNA está engajada na questão da sustentabilidade. “Tivemos, no ano passado, a menor taxa de desmatamento dos últimos 23 anos. Estamos quase atingindo a meta de reduzir em 80% as emissões de gases, desafio que foi proposto até 2020”. Para Veronez, o momento transforma um aparente problema ambiental em uma oportunidade. “Ao se adaptar, o produtor poderá ter, ainda, um acréscimo de renda”, completa.

Durante todo o dia, serão apresentados cases de sucessos com a utilização do programa e palestras sobre as tecnologias. A programação prevê uma apresentação da linha de crédito ABC que será feita pelo o gerente executivo de Agronegócios do Banco do Brasil, Álvaro Tosetto.

*Assessoria de Comunicação do Ministério da Agricultura
(61) 3218-3089
Débora Bazeggio
debora.bazeggio@agricultura.gov.br