Conheça o caso da fazenda de MG que plantou eucalipto e estima aumentar em 10 vezes a produtividade

* Do Canal do Produtor

O Estado de Minas Gerais possui enormes reservas de minério de ferro e, portanto, usa muito carvão vegetal no processo de fabricação do aço. As florestas plantadas, por sua vez, são grandes fontes de carvão vegetal para os fornos das siderúrgicas. Foi essa conjunção de fatores que fez o produtor rural Antônio Pontes Fonseca, 72 anos, tornar-se um defensor convicto da floresta plantada como forma de recuperar regiões degradadas e obter renda com a venda da madeira. “Há 25 anos, na época do governo de Francelino Pereira, recebi a medalha do mérito florestal porque, desde aquele tempo, eu já acreditava na floresta plantada”, lembra Antonio Pontes, que conseguiu financiar R$ 1 milhão pelo Programa ABC e estima aumentar em dez vezes a produção de carvão vegetal, que hoje é vendido em torno de R$ 150 o metro cúbico.


Leia a matéria completa no Canal do Produtor:  http://www.canaldoprodutor.com.br/comunicacao/noticias/conheca-o-caso-da-fazenda-de-mg-que-plantou-eucalipto-e-estima-aumentar-em-10-v

Caso de sucesso

Allysson Paolinelli, ex-ministro da agricultura e produtor rural, conta como implantou a agricultura de baixo carbono em sua fazenda, em Baldim, Minas Gerais. Ele é um dos palestrantes do Seminário Capacitação do Guia de Financiamento de Agricultura de Baixo Carbono que está acontecendo hoje, na sede da FAEMG, em Belo Horizonte.

O passo-a-passo de como foi implantada a tecnologia de agricultura de baixo carbono na fazenda do ex-ministro está no Guia de Financiamento da Agricultura de Baixo Carbono.

Recuperação de áreas degradadas

“O Brasil vai ter que comprovar a recuperação de áreas degradadas e isso será feito por fotos de satélites. A idéia é recuperar as áreas deterioradas e manter o patamar de fixação de carbono nessas áreas.” – Miguel Marques Gontijo, pesquisador da Embrapa Milho e Sorgo, na palestra sobre as tecnologias para agricultura de baixo carbono.

Palavra de Presidente

O presidente da FAEMG, Roberto Simões, deu início ao Seminário Regional em Belo Horizonte. “Louvamos a iniciativa da CNA, com o apoio da Embaixada Bitânica, Embrapa, Ministério da Agricultura e Banco do Brasil, de realizar esse seminário. Esperamos que todos saiam daqui com todas as informações necessárias para divulgar esse programa tão importante para a nossa agricultura”.

Oportunidade para solucionar dúvidas

A analista de agricultura da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Mato Grosso (FAMATO), Karina Gomes Machado, que participa do Seminário Regional de Agricultura de Baixo Carbono (ABC), em Belo Horizonte, sabe da importância de se divulgar o Programa ABC.

Segundo ela, em Mato Grosso, é grande a procura pelas linhas de financiamento do programa, que oferece juros de 5,5%. Mas há desconhecimento das regras para obtenção do crédito. “Os produtores conhecem o Programa ABC, mas não sabem como ter acesso ao financiamento”, conta a analista, que elogiou o Guia de Financiamento da Agricultura de Baixo Carbono lançado pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) esta semana. “Esse guia é muito importante. É uma fonte de informação para nós, que trabalhamos com isso, e também para os produtores e sindicatos rurais”.

Programação de hoje

Começa daqui a pouco o Seminário de Capacitação do Guia de Financiamento de Agricultura de Baixo Carbono, na sede da FAEMG, em Belo Horizonte.

O presidente da FAEMG, Roberto Simões, fará a abertura e o encerramento do evento.

Fique atento(a) à programação de hoje:

9h30 – Abertura do Evento – Roberto Simões, Presidente da FAEMG

10h – palestra com a coordenadora do Grupo Gestor do ABC Minas Gerais do MAPA, Miriam Ester Soares, sobre as expectativas do Governo Federal em relação ao Programa ABC.

11h – coffee break

11h15 – As tecnologias para a agricultura com baixa emissão de carbono com o pesquisador da Embrapa Milho e Sorgo, Miguel Marques Gontijo.

13h – almoço

14h Cases – Floresta plantada
Antonio Pontes de Sete Lagoas (MG)
Alonso Labate – ALM LTDA – Projetos e Consultoria
Alysson Paolinelli – iLPF

15h – palestra sobre as linhas de crédito ABC do gerente de agronegócios do Banco do Brasil, Maurílio Antunes Correa

17h – Encerramento com o presidente da FAEMG, Roberto Simões