Banco do Brasil disponibiliza R$ 55 bilhões para safra 2012/13


O Banco do Brasil vai aplicar R$ 55 bilhões para operações de crédito rural na safra 2012/13, volume 14% superior comparado ao valor observado na safra anterior. Desse total, R$ 10,5 bilhões irão financiar a agricultura familiar e R$ 44,5 bilhões vão atender aos agricultores empresariais e cooperativas rurais.

Desde o primeiro dia da nova Safra, 2 de julho, as agências do Banco do Brasil estão contratando operações com as mudanças e inovações implementadas pelo Governo Federal.

ABC – AGRICULTURA DE BAIXO CARBONO

Foi aplicado o montante de R$ 1,2 bilhão na safra, em aproximadamente 3.500 financiamentos. O valor recorde superou em 43% a meta do BB para o período, inicialmente fixada em R$ 850 milhões.

Destacaram-se os estados de São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul e Goiás com 73% do valor total aplicado pelo Banco do Brasil.

Os principais itens financiados foram recuperação de pastagens e itens associados a este objetivo, com participação de 50% do total financiado; recuperação de áreas degradadas, com 24%; e implantação de florestas, com 16%.

Veja outras linhas de financiamento: http://www.grupocultivar.com.br/site/content/noticias/?q=28152#28152

Mais recursos para a Agricultura de Baixo Carbono

*Da Comunicação Digital da CNA

O Plano Agrícola e Pecuário para a Safra 2012/2013 destina 7,9% mais recursos para o Programa de Agricultura de Baixo Carbono – ABC. De R$ 3.150 bilhões em 2011/2012 para R$ 3.400 bilhões na safra 2012/2013. Os juros para o Programa ABC caíram 9,1%, de 5,5% ao ano em 2011/2012, para 5% ao ano em 2012/2013.

As medidas foram anunciadas hoje, em Cerimônia no Palácio do Planalto, pela Presidente Dilma Roussef, pelo Ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro, e pela Presidente da CNA, Senadora Kátia Abreu.

“A Agricultura de baixo Carbono é um investimento de aumento de produtividade, baseada em atividades que preservam o meio ambiente. Isso é motivo de orgulho para o Brasil”, disse a Presidente Dilma Rousseff.

“Gostaria de agradecer à Presidente Dilma Rousseff por esta oportunidade, de dar voz ao campo. Um Brasil sem Miséria é um País sem fome. O mundo rural brasileiro vai cumprir seu papel neste desafio extraordinário, de continuar produzindo comida de qualidade. Construímos a melhor e mais barata agricultura do planeta. E não me canso de repetir: fazemos tudo em apenas 27,7% do território brasileiro, preservando mais de 60% da vegetação nativa. Através da aplicação da agricultura de baixo carbono vamos multiplicar a produção de alimentos sem derrubar uma árvore sequer”, informou a Presidente da CNA, Senadora Kátia Abreu, em seu discurso.

O Plano Agrícola e Pecuário para a Safra 2012/2013 terá o valor total de R$115 bilhões. Os programas de investimento tiveram um aumento de recursos de 27,66%. De R$ 14,1 bilhões em 2011/2012, foram anunciados em R$ 18 bilhões para 2012/2013.