ABC na Rio+20

Durante a entrevista coletiva realizada hoje, no Espaço AgroBrasil, na Rio+20, a Presidente da CNA, Senadora Kátia Abreu, defendeu a adoção de tecnologias que garantam a preservação da natureza e a implementação de uma agricultura de baixo carbono. “Temos o papel fundamental de fazer com que os produtores tenham acesso a essa tecnologia na prática. Para que essa tecnologia chegue a todos os produtores, nós precisamos de assistência técnica”, afirmou.

Lembrou, também, que o Governo federal quer incentivar a recuperação de 15 milhões de hectares até 2020, por meio do Programa de Agricultura de Baixo Carbono (ABC) e propôs mais incentivos para as práticas corretas, apoio que pode vir do governo brasileiro ou de outros países.

Destacou que o setor agropecuário tem atuado na preservação do meio ambiente há muito tempo, com a produção de comida, madeira e matéria-prima para biocombustíveis em 27,7% do território nacional.”As áreas de floresta nativa que estão preservadas somam 61% do território”, citou.

Para saber mais sobre a participação da CNA e parceiros durante a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, acesse
http://www.canaldoprodutor.com.br/rio20

Assista ao vídeo sobre Projeto ABC Capacitação apresentado durante a Rio+20: